-->

Diário de Mary - O Começo #Capítulo1

|| ||
“Ela so queria ser feliz. Mas ate isso a vida tirou dela.” — E ela se tirou da vida.

Olá meus amores, ultimamente eu estou ficando sem tempo para postar ou ficar no pc, então peço-lhes mil desculpas e também está acontecendo algumas coisas inesperadas em minha vida, infelizmente, mas um dia eu lhes conto, só queria avisar que agora sou prostituta KKKKK tá, não teve graça, é que eu estou fazendo um teatro lá na igreja (católica) e tem uma passagem da bíblia que é do "filho pródigo" e eu vou ser a prostituta, sou um dos "maus caminhos", dia 30 irei apresentar na igreja para 200 jovens ;-; Quem sabe eu grave e mostre para vocês *u* ~ Já que estou ficando sem postar eu gostaria de começar a escrever fanfics novamente, só que essa não é programada, as ideias que vierem em minha mente estou colocando aqui, espero que gostem e comentem, pois no ultimo post quase ninguém comentou ;-;


02, setembro de 2013.
Era uma bela manha de sol, uma garota estava andando com seu skate pela cidade de São Paulo. Como ela se chamava mesmo? Ah sim, Mary... Belo nome, infelizmente ela não gostava muito dele, mas muitos diziam que ele era bonito, mas ela não dava a miníma para isso.
Mary gostava muito de skates, rock, j-rock, gibis e coisas do tipo, ela não ligava muito pra opinião das pessoas, desrespeitava muito sua mãe, ela era uma pessoa que não se dava muito bem com pessoas, mesmo algumas gostando dela, ela era muito ignorante, mas por que? Antes Mary era meiga, gentil... Será que foi as pessoas que a mudou? Talvez.

No mesmo dia, Mary foi a casa de sua tia, ela sempre respeitava sua família, apenas seus pais que não, apenas tios e tias eram respeitados. Sua tia chega para ela e diz:

- Mary, você vai fazer crisma, não é mesmo?

Mary olhou mara ela, com uma vontade de dizer não, mas disse que sim para não ficar chato. Alguns minutos depois, seu primo chegou, ele era professor de crisma, Mary gostava muito dele e sempre conversava com ele quando o via. Um tempo depois, a tia de Mary lhe disse:

- Mary, você vai ir ver os jovens da crisma hoje, o seu primo vai estar lá.

Quando Mary foi lá, viu seu primo tocando violão, ela ficou feliz, ele tocava muito bem. Mary chegou nele e disse:

- Primo... Poderia ser meu padrinho de crisma ?

Ele deu um sorriso e aceitou. O primo de Mary era tão querido por ela que ela ficou tão feliz.

Diário de Mary
O Começo

05, setembro de 2013.

Lá estava eu no velório de meu primo, não sei o por que aconteceu, mas queria que não tivesse acontecido, primeiro meu avô e agora meu primo... Porque? Qual o problema das pessoas boas ficarem vivas? Eu não entendo isso, ele era uma das pessoas que eu mais gostava, mesmo não sendo próximos, eu o amava de uma forma muito boa.

Antes de tudo, irei lhe contar meu querido diário, como foi o acontecido.
Era meia noite, o telefone toca, todos em casa acharam estranho, nunca tinha acontecido algo do tipo, meu pai atende o telefone, era meu tio e ele dá ao meu pai a notícia que meu primo sofreu um acidente de moto e morreu, ele estava voltando de dar aula em Jundiaí, não de crisma, mas de um bag que ele fez faculdade, isso era uma das coisas que eu nem sabia ...

Fomos a casa de minha tia, ela estava muito mal, ela chorava demais, eu fiquei com dó dela, não sabia nem o que fazer, no começo eu nem estava acreditando. No dia seguinte foi o velório, eu vi meu primo lá, parado, morto, não sabia o que fazer, eu chorei muito, não estava acreditando, só me lembrava de uma vez que ele disse que queria me ver tocando contra baixo, ele falou que ele ia um dia, não sei muito bem o que dizer a respeito da morte, só sei que isso foi uma das coisas mais comoventes de minha vida. 

Minha mãe, coitada, ficou muito mal, não sabia como ajuda-lá, não sabia nem como falar com ela, infelizmente ela tinha mudado muito comigo, ela era uma amiga, mesmo a gente brigando, mas infelizmente isso mudou, ela ficou chata, insuportável, a maioria dos dias ela bebia uma garrafa de vinho sozinha, ficava bebada e chorava, pedia pra o meu primo voltar, eu não podia ver isso, eu ficava muito mal, por um lado eu estava feliz, meu primo foi ver um cara que ele admirava muito, Deus, isso foi muito bom, mas por outro, eu queria ele lá, minha mãe, minha tia, meu tio, meu outro primo, minha família em geral (que não é pequena) estava mal, ele era um dos mais velhos dos meus primos e eu a caçula, a gente era juntos quando eu era criança, mas quando eu cresci nós mudamos nossos rumos, mas mesmo assim (vou repetir mais vezes *risos*) eu o amava e o amo.

Lembro-me que tinha prometido a ele e minha tia que ia fazer crisma, eu sinceramente não queria, eu apenas queria ficar longe de lugares assim, mesmo eu dizendo que amava Deus.

04, junho de 2014.

Já tinha se passado muito tempo, minha tia me liga e diz que precisava de meu RG para fazer uma coisa, mas não disse o que era, não estava nem interessada no começo, até que ela disse que ia me levar para um retiro, achei que era aquela coisa de velho, coisa de gente chata, mas fui mesmo assim, lá eu conheci algumas pessoas muito legais, jovens de minha idade, eles não tinham o mesmo interesse que eu, mas eram legais mesmo assim, cheguei lá tímida, saí de lá louca e souta, foi muito boa a experiencia, mas no segundo dia eu recebi uma carta de minha tia com uma frase mais ou menos assim "Mary, que seu primo esteja com você" ou algo do tipo, não me lembro ao certo, quando eu li aquilo, eu senti ele perto de mim, em todo o momento, me emociono até de escrever isso e sim, era real o que eu senti, ele estava mesmo comigo. Quando eu sai de lá, tinha mais coisas me esperando, fui aos encontros, participei de várias coisas lá, conheci mais pessoas, fiz novas amizades.

Ai você se pergunta "Mas você não se apaixonou por alguém?"

Isso eu vou contar na próxima vez que irei escrever.
Bom gente, sei que está história é meio que diferente, mas ela é um acontecimento real, espero que gostem, o segundo capítulo fica melhor ainda *u* No próxima terá muito amor <3

12 comentários:

  1. Olá! Nós entendemos sua ausência, não dá pra viver de blog não é mesmo? O.O COMASSIM? HUSAHUASUHSA Agora entendi. Que papel, hein? Eu já participei de algumas peças da escola e já fui Maria mãe de Jesus aos 7 anos com uma bola debaixo da blusa... Oh, fiasco! ;-;

    Meu Deus, que coisa linda! Sério, você escreve muito bem. Me senti dentro da história, mesmo que triste. Estou louca para ler a continuação, portanto, não demore, sim?

    Kissus ~♥ || Empire Kawaii ~ Quinze Outonos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eh verdade, as vezes fico sem vontade de postar ;u; Que legal KKKK a gente ia fazer da história de Maria, mas achamos esse mais legal, eu irei terminar a história em breve <3 e obrigada

      Excluir
  2. Prostituta -q
    Gente, você atua em uma igreja? Que legal o/
    Não tenho talentos para encenar -qq
    Desculpa a minha falta de -vergonha- comentários aqui, hoje eu estou comentando em todos os blogs do planeta -q
    O pessoal quase não está comentando acho que é porque a blogosfera está meio parada mesmo, quero agitar o negócio kkkk

    Notei logo no primeiro parágrafo que você usou muito o "ela" evite repetição de palavras, ok?
    Contrabaixo se escreve junto -q
    Tenho impressão que este moleque está perseguindo ela como um espírito -qq
    Gostei, continue o/

    Diário de uma Otome

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe-me, mas acho que a contra baixista aqui é eu e eu sei que se escreve CONTRA BAIXO, me desculpe mas é assim, eu sei por que eu e meu pai tocamos e tem vários modos de se escrever, baixo, contra baixo, contra-baixo, contra, ou até mesmo junto, por favor, não venha falar de algo que eu sei.Obrigada pela observação, mas não sabia como colocar algo no lugar de "ela"

      Excluir
  3. Que legal você estar fazendo esses trabalhos na igreja! Não não falo o de prostituta kkkkk
    Eu fiz a crisma, depois fui para os encontros que tinha de finais de semana chamados de pós-crisma mas parei... não conseguia me sentir próxima das pessoas dali e aquilo era tão chato não falo a crisma e sim esse sentimento.

    Eu li... vou esperar os p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SAKKASKAKASKASKAS' Crisma é legal, se eu fosse você voltaria a participar *u* <3

      Excluir
  4. Que bom que você esta ajudando na igreja, boa sorte c: Hahaha' com certeza quero ver este seu trabalho, grave sim okay? E vê se manda o link pra mim, run >3< Okay, adorei o que você escreveu, esperando o próximo capitulo :3

    Beijos || Keep on dreaming

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada linda <33 Pode deixar e vou postar *u*

      Excluir
  5. Claro que entendemos sua ausência! Temos uma vida social e muita coisa pra fazer, eu pelo menos, to me vendo amarela pra blogar cc:
    Adorei a história, me comoveu.
    e-nquantoisso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que algumas pessoas me entendem, antigamente ninguém entendia -.-
      Obrigada <333

      Excluir
  6. Oh, layout novo! *.* Não é por nada, mas por muito que o outro fosse lindíssimo, este é mais organizado, e eu gosto de postagens largas. Você escreve muito bem, mas vou esperar para ver mais capítulos antes de fazer um comentário verdadeiramente construtivo. Ah, falando em fics, você gostaria de participar nesta minha fic interativa? http://sou-uma-adolescente.blogspot.pt/2014/06/mais-uma-ideia-que-provavelmente-nao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim <33 Obrigada e participo sim *u*

      Excluir

[ATENÇÃO]
Aceitamos afiliações
Não fazemos layouts free por encomenda
Não aceitamos "seguindo, segue de volta?"
Não xingue ninguém aqui.